Qual o prazo para reembolso de despesas corporativas por parte da empresa?

Quando falamos de reembolso de despesas corporativas, diversas dúvidas surgem para quem faz parte dessa prática empresarial. O reembolso de despesas tem alguns itens previstos por lei, portanto, vamos ver se o assunto desse artigo se aplica e o qual caminho poderemos tomar para evitar problemas.

Afinal, qual o prazo para reembolso por parte da empresa?

Segundo a legislação brasileira

Não há nada previsto por lei em relação ao prazo para pagamento de um reembolso. Apesar de diversos itens serem abordados na legislação, o prazo para pagamento não é um deles.

Ok, mas o que posso fazer em relação à demora para pagamento?

O primeiro passo é verificar se há uma política para pagamento de reembolsos e se existem regras referentes ao prazo máximo por parte da empresa. Em grandes organizações, há uma prática muito cuidadosa com a área financeira, já que alguns erros podem colocar a empresa em risco e na mira da fiscalização.

E se há um prazo e ele é extrapolado?

É importante sempre ir pelo caminho da conversa. Entre em contato com o departamento da empresa e verifique o que está acontecendo. Por problemas na planilha ou pelo excesso de pessoas pedindo reembolsos – em processos não automatizados, que abordamos nesse artigo: Porque deveria substituir alguns processos manuais da minha empresa? – a demora com a conferência de notas e cupons fiscais pode ser exagerada.

Em caso de problemas, procure solicitar adiantamentos

Caso seja um problema recorrente, pode ser uma opção sugerir para o departamento financeiro que trabalhe com adiantamentos. Eles servem justamente para evitar situações em que o colaborador não pode pagar as despesas do próprio bolso, por motivos diversos.

Nesse caso, o adiantamento evita qualquer problema de atraso que leve para situações constrangedoras – quando só existe a demora de pagamento – ou graves – quando os funcionários passam por problemas financeiros pela demora para o reembolso.

Conclusão

A política de reembolso de despesas corporativas deve existir para prever e esclarecer as regras gerais para os funcionários, principalmente sobre os prazos para pagamento. Caso essa política não exista, sugira para o departamento financeiro que crie – lembrando sempre de mencionar os motivos – ou verifique se é possível que a empresa trabalhe com adiantamentos, que impediriam qualquer crise financeira por parte do colaborador.

No fim das contas, é sempre bom manter a comunicação pacífica e procurar a melhor solução. Se você quer conversar sobre o assunto, deixe seu comentário abaixo ou nos envie um e-mail em contato@espressoapp.com.br. Se preferir, interaja conosco em nossa página do Facebook ou do LinkedIn.

Até a próxima!